sábado, 21 de setembro de 2013

Repousado...

Adormecer, sem terra. Sem chão.
Acordar, com sensação de tempo perdido, que nada ainda não está resolvido e, que apesar disso, preciso de partir de novo para Algures onde apenas eu sei...
Reorientado, sem sono, longas horas pela frente, solto palavras procurando alguém.
Lá fora, tudo calmo. Só a lua, bela como só ela. Encantadora, misteriosa e cúmplice dos amantes perdidos ou simplesmente, encontrados nos seus braços.
E eu aqui. Acordado. Acordado em devaneios mentais, quando no fundo, não devia ter despertado, mas permanecido repousado...

8 comentários:

Suricate disse...

Finalmente...conseguiste descansar? Espero que sim!

jinhosssss

Algures disse...

Suricate,

Nem por isso, mas apesar de tudo, não estou mal... às vezes há noites assim!

Beijinhossssssss*

Alexandra disse...

Anda muito "barulho" dentro de ti!


deixo-te esta, porque provavelmente necessitas encontrar algo ou alguém... http://www.youtube.com/watch?v=V5YG2MbUEf8


beijinhos*

Freyja Pt disse...

Espero que bem melhor agora...

Beijo*

Algures disse...

Alexandra,

Talvez ande. Talvez tenhas razão... Algures onde apenas eu sei... poderá haver momentos em que se precise de algo ou de alguém. Não sei. Prefiro não saber.
Obrigado pela música. Rodrigo Leão no seu melhor.

Beijinhos*

Algures disse...

Freyja,

Felizmente sim... nada que uma boa noite de sono não ajude a resolver.
Obrigado :-)

Beijo*

Alexandra disse...

E o ser talvez já é um bom princípio. Porque não parar e reflectir? Há quanto tempo não ficas somente contigo?

Talvez precises de tanta coisa como um simples abraço!

Mais um beijinho, está bem? :-)

Algures disse...

Alexandra,

A vida não permite paragens - Está sempre a correr! Vai-se reflectindo, aqui e ali, algures... Há muito tempo que estou somente comigo! :-)
Preciso tão somente do que me faz bem, abraços e beijinhos incluídos...

Beijinho* :-)