quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Curiosidade do dia de hoje...

Sempre tive muita curiosidade relativamente a quem nasceu a 29 de Fevereiro... Obviamente que festeja a 28 de Fevereiro ou a 1 de Março, mas na realidade só faz anos no seu dia, de 4 em 4 anos, quando o ano é bissexto! Deve ser cá uma festa!!!
...eu aproveitava o facto para sempre que me fosse conveniente, retirar uns aninhos à minha idade eheheheh...

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Wayne Hussey (The Mission) - You Make Me Breathe


The Mission - You Make Me Breathe
I never knew how much you could mean to me
Until the moment you saw how untrue I could be
I never meant to cause you sorrow
Never meant to cause you any pain
But with all the best intentions
I can't promise I won't do it again

I don't know what it is that drives me to make me want to throw
it all away
'Cos you're really very precious, and I do so dearly want you to
say
It gets harder all the time, to be away from you
And I want to work it out, so you can grow to trust me too
Like I trust you

Time is not the healer, I was hoping he would be
And I'm still tender and bruised, but I want you to touch me
'Cos there's a healing in your touch
And you're the one I need to be with
I want to give myself to you, give you all I have to give
You make me live
You make me breathe
You make me breathe

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

And the Oscar goes to...

Lista de Vencedores - Óscares de 2012:
Melhor Filme
The Artist

Melhor Realizador
Michael Hazanavicius por "The Artist"

Melhor Actor Principal
Jean Dujardin em “The Artist”

Melhor Actriz Principal
Meryl Streep em "The Iron Lady"

Melhor Actriz Secundária
Octavia Spencer em “The Help”

Melhor Actor Secundário
Christopher Plummer em "Beginners"

Melhor Argumento Adaptado
The Descendants (Alexander Payne, Nat Faxon & Jim Rash)

Melhor Argumento Original
Midnight in Paris (Woody Allen)

Melhor Filme de Animação
Rango

Melhor Filme Estrangeiro
A Separation (Irão)

Melhor Fotografia
Hugo

Melhor Direcção Artística
Hugo

Melhor Montagem
The Girl With the Dragon Tattoo

Melhor Guarda-Roupa
The Artist

Melhor Caracterização
The Iron Lady

Melhores Efeitos Visuais
Hugo

Melhor Banda Sonora
The Artist (Ludovic Bource)

Melhor Canção Original
Man or Muppet de "The Muppets"

Melhor Edição de Som
Hugo

Melhor Mistura de Som
Hugo

Melhor Documentário
Undefeated

Melhor Curta-Metragem de Imagem Real
The Shore

Melhor Curta-Metragem de Animação
The Fantastic Flying Books of Mr. Morris Lessmore

Melhor Documentário de Curta-Metragem
Saving Face

domingo, 26 de fevereiro de 2012

Desafio...


Recebi este selo da AC do nada de coisa nenhuma e com ele 12 perguntas às quais devo responder…

Qual a tua principal meta para 2012?

Acho que a mesma meta que venho tendo ao longo dos anos. Tentar que seja melhor que o ano anterior e tentar ser feliz. É sempre uma boa meta, pois, mesmo se não a conseguir atingir, o caminho não deixa de ser bom não é?!


Quem é que gostarias de ressuscitar se tivesses poder para isso?

Infelizmente não tenho esse poder… o meu Pai.

O que mais te faz feliz?

O que me faz sorrir…


Qual a tua foto favorita?

Depende…
Se for minha, uma que tenho no meu actual trabalho, uma na bênção das fitas da Faculdade, outra numa ida às bifanas (também na Faculdade) e uma em bebé…
Fotos tiradas por mim… uma do Guincho, outra de Sintra… algumas da Caparica na praia, nomeadamente uma cuja qualidade ficou péssima (tirada com o tlm), no entanto é linda linda linda, até pelas cores em tons de laranja…

Um lugar que adoraste conhecer?

Tenho viajado pouco, apesar disso já conheci alguns lugares interessantes. Nem é preciso ir para longe, querem ver… Cascais, Sintra…


Qual foi o presente que recebeste que mais te surpreendeu?

Todos aqueles que por inesperados me tocaram de uma forma especial…e não precisam de ser caros.


O teu prato favorito?

Pastelão (era das poucas maneiras do meu Pai me conseguir convencer a comer quando eu não queria…),feijoada, marisco, peixinho grelhado, pizza… 

O que costumas pensar antes de dormir?

Nada em especial e mesmo que o quisesse fazer, como adormeço tão rápido, nem me lembro eheheheheh!

Qual foi a última coisa que ofereceste a ti próprio de presente?

Sinceramente não tenho oferecido muita coisa a mim próprio de presente, mas foi uma pequena máquina fotográfica…mais vale assim que nada!

Tiveste algo que te entristeceu, desapontou ou tirou do sério o ano passado?

Várias coisas… Desde pessoas, às suas atitudes, situações que não se concretizaram, concertos que não assisti, viagens que não realizei, entre muitas outras coisas. Faz parte da vida…

O que gostarias de realizar em 2012 e que não conseguiste realizar o ano passado?

Ainda vou a tempo de ser pai?! :-)
Iniciar o Mestrado...
Iniciar a Ordem...
Há muita coisa que ainda tenho para realizar, uma delas, até é condição "sine qua non" para ser pai, por isso...
...ah... festejar o campeonato nacional do Benfica!!! Benfica Campeão!!! 

Um motivo pelo qual te sintas agradecido?

Sinto-me agradecido por ter pessoas que gostam de mim e que gostam de estar comigo, que acreditam em mim e nas minhas capacidades. De ter saúde, de ter trabalho e de apesar de todas as dificuldades, continuar a conseguir seguir em frente com a minha vida e acreditar que vou continuar a conseguir chegar às coisas boas da vida…
Por ter sempre uma estrelinha que continua a olhar por mim…

Devo passar este selo e respectivo desafio a 5 pessoas...
Deixo este desafio Algures onde apenas eu sei… pelo que se fazem favor, sintam-se todas(os) desafiadas(os) e respondam…

PS: Foi com atraso mas está feito… Obrigado Atenciosa :-)

Peter Murphy - A Strange Kind Of Love (Acoustic)

Gosto muito, mas muito...

Peter Murphy - A Strange Kind Of Love
A strange kind of love
A strange kind of feeling
Swims through your eyes
And like the doors
To a wide vast dominion
They open to your prize

This is no terror ground
Or place for the rage
No broken hearts
White wash lies
Just a taste for the truth
Perfect taste choice and meaning
A look into your eyes

Blind to the gemstone alone
A smile from a frown circles round
Should he stay or should he go
Let him shout a rage so strong
A rage that knows no right or wrong
And take a little piece of you

There is no middle ground
Or that's how it seems
For us to walk or to take
Instead we tumble down
Either side left or right
To love or to hate

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Para mim?

A propósito de insistirem em arranjar-me companheira, já o disse Algures onde apenas eu sei... que não adianta andar a empurrar-me para os braços de quem não quero ou de quem nada sinto. Já levo uns aninhos de vida, e esta minha "independência", não é de facto algo fácil de se lidar, por isso, ou eu de facto sinto alguma coisa por alguém e avanço, ou então esqueçam, não vale a pena dizer que a Maria* cozinha bem, que a Joaquina* é gira, que a Miquelina* tem independência financeira ou que a Diamantina* gosta de mim. 

ESQUEÇAM! Eu é que decido, ou melhor, o meu coração... e sim, ele  é exigente e casmurro.


Tenho dito...
*Nomes fictícios

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Zeca Afonso - Os Vampiros

Gosto desta música pelo que representa, pela mensagem subliminar que tem e pelo facto de (infelizmente) estar bem actual. Fez ontem 25 anos que faleceu Zeca Afonso.

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Só para que conste...

A verdade dói...
A dúvida corrói...
A mentira destrói...
Como em tudo na vida, nada é absoluto, mas que tem o seu quê de verdadeiro, isso tem...

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Muse - Sing For Absolution Live@Pinkpop 2004


Muse - Sing For Absolution
Lips are turning blue
A kiss that can't renew
I only dream of you
My beautiful

Tiptoe to your room
A starlight in the gloom
I only dream of you
And you never knew

Sing for absolution
I will be singing
And falling from your grace

There's nowhere left to hide
And no one to confide
The truth burns deep inside
And will never die

Lips are turning blue
A kiss that can't renew
I only dream of you
My beautiful

Sing for absolution
I will be singing
And falling from your grace

Sing for absolution
I will be singing
And falling from your grace

Our wrongs remain unrectified
And our souls won't be exhumed

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

TV... Again!

E aos 20 dias do mês de Fevereiro, deram-se os primeiros indícios do serviço de televisão que anteriormente havia funcionado no meu aparelho de TV e que a TDT levou...
I´ve got TV... Again!
Finalmente vou voltar a ter "companhia" ao jantar e pela manhã, enquanto me despacho para ir trabalhar! Isto só prova que cada vez ligo menos à TV (já via pouco...), aliás, estive 20 dias sem TV e pouca ou nenhuma falta me fez e, não precisei de adquirir qualquer descodificador...

Palavras com Significado #7: Leal / Lealdade

Leal 
adj. 2 g.
1. Que não falta às promessas que faz.
2. Fiel; franco; delicado.
s. m.
3. Antiga moeda portuguesa.

Lealdade 
s. f.
1. Qualidade ou carácter de leal.
2. Fidelidade.
3. Sinceridade; dedicação.

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Radiohead - Street Spirit (Fade Out)


Radiohead - Street Spirit (Fade Out)
Rows of houses all bearing down on me
I can feel their blue hands touching me
All these things into position
All these things we'll one day swallow whole
And fade out again and fade out

This machine will not communicate
These thoughts and the strain I am under
Be a world child, form a circle
Before we all go under
And fade out again and fade out again

Cracked eggs, dead birds
Scream as they fight for life
I can feel death, can see it's beady eyes
All these things into position
All these things we'll one day swallow whole
And fade out again and fade out again

Immerse your soul in love
Immerse your soul in love.

domingo, 19 de fevereiro de 2012

No Amor Começa-se Sempre a Zero

Fazer um registo de propriedade é chato e difícil mas fazer uma declaração de amor ainda é pior. Ninguém sabe como. Não há minuta. Não há sequer um despachante ao qual o premente assunto se possa entregar. As declarações de amor têm de ser feitas pelo próprio. A experiência não serve de nada — por muitas declarações que já se tenham feito, cada uma é completamente diferente das anteriores. No amor, aliás, a experiência só demonstra uma coisa: que não tem nada que estar a demonstrar coisíssima nenhuma. É verdade — começa-se sempre do zero. Cada vez que uma pessoa se apaixona, regressa à suprema inocência, inépcia e barbárie da puberdade. Sobem-nos as bainhas das calças nas pernas e quando damos por nós estamos de calções. A experiência não serve de nada na luta contra o fogo do amor. Imaginem-se duas pessoas apanhadas no meio de um incêndio, sem poderem fugir, e veja-se o sentido que faria uma delas virar-se para a outra e dizer: «Ouve lá, tu que tens experiência de queimaduras do primeiro grau...» 


Pode ter-se sessenta anos. Mas no dia em que o peito sacode com as aurículas a brincar aos carrinhos-de-choque com os ventrículos, Deus Nosso Senhor carrega no grande botão «CLEAR» que mandou pôr na consola consoladora dos nossos corações. Esquece-se tudo. Que garfo usar com o peixe. Que flores comprar. Que palavras dizer. Que gravata com que raio de casaco hei-de usar? Sabe-se nada. Nicles.
Olha-se para as mãos e parece uma cena de transformação dum filme de lobisomens — de onde outrora havia aqueles dedos tão ágeis e pianistas, brotam dez abortos de polegares. E o vinho entorna-se só de pensar nisso. E as solas dos sapatos passam a atrair magneticamente todos os excrementos caninos da cidade. E a voz que era toda FM Estéreo da Comercial quando vai para dizer «Gosto muito de ti» fica repentinamente Abelha Maia.
Tenha-se 17 ou 71 anos, regressa-se automaticamente aos 13 — à terrível idade do Clearasil e das sensações como que de absorção. Quem se apaixona dá mesmo saltos no ar e diz «Uau!» quando o Pai deixa usar a pasta de dentes dele. Qual «ternura dos quarenta», qual bota da tropa cheia de minhocas! O amor é sempre uma anormalidade que provoca graves atrasos mentais.

Miguel Esteves Cardoso, in 'Os Meus Problemas'

sábado, 18 de fevereiro de 2012

Estranho? E daí, talvez não...

Estranho sentimento este, que faz com que eu vá para a cama acompanhado da LOE e acorde de costas voltada para ela...
E quem é a LOE? - pergunta quem ainda não percebeu... Pois bem, Lei do Orçamento de Estado, ano de 2011. 
Uma relação de ódio, em que procuro por uma "nesga" de paixão...

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Texas - Guitar Song


Texas - Guitar Song
I feel bad
And beautiful
In all the strangest places
You feel good
You’re sweetest
The weather’s changing as I look at your face

Falling
Fall to the floor
Falling
You know we can

Haven’t had a dream in such a long time now
It’s raining here and all the leaves are on the ground
But I’m safe and warm outside it’s cold and grey
That’s my guitar and I will play for you all day

So many songs
In my mind
Maybe less cause I’ve drunk so much wine
There’s light
In your eyes
But out the window it’s gone dark outside

Falling
Fall to the floor
Falling
You know we can

Haven’t had a dream in such a long time now
It’s raining here and all the leaves are on the ground
But I’m safe and warm outside it’s cold and grey
That’s my guitar and I will play for you all day

Haven’t had a dream in such a long time now
It’s raining here and all the leaves are on the ground
But I’m safe and warm outside it’s cold and grey
That’s my guitar and I will play for you all day

It’ll be alright
If you stay tonight
Haven’t had a dream in such a long time now
It’s raining here and all the leaves are on the ground
But I’m safe and warm outside it’s cold and grey
That’s my guitar and I will play for you all day

Haven’t had a dream in such a long time now
It’ll be alright
It’s raining here and all the leaves are on the ground
It’ll be alright
But I’m safe and warm outside it’s cold and grey
It’ll be alright
That’s my guitar and I will play for you all day
It’ll be alright

That’s my guitar and I will play for you all day
It’ll be alright
That’s my guitar and I will play for you all day
It’ll be alright
That’s my guitar and I will play for you all day
It’ll be alright

domingo, 12 de fevereiro de 2012

Como se faz uma declaração de amor? Miguel Esteves Cardoso

Mas então como se faz uma declaração de amor? Em papel selado, na presença de um advogado. Por que não? As piores declarações são as pífias e clandestinas, do género «Acho-te uma pessoa muito interessante». As melhores são aquelas que comprometem quem as faz, que se baseiam em provas capazes de serem apresentadas em tribunal, que fazem corar as testemunhas. As declarações do tipo «Experimentar-a-ver-se-dá» nunca dão. É melhor mandar imprimir 2000 folhetos e distribuí-los por avioneta à população, devidamente identificados, do que um bilhetinho anónimo de «um admirador». As declarações de amor têm de cortar a respiração de quem as recebe, têm de rebentar na cara de quem as lê. O amor e o terrorismo são questões de objectivo, e não de grau.


Como estamos todos a zero, ninguém pode dar conselhos a ninguém. Há séculos que as maiores cabeças do mundo procuram a frase perfeita de apresentação. Há as deixas rascas, do género «Deixe-me adivinhar o seu signo» ou «Não costuma cá estar às terças-feiras, pois não?». Há as deixas pirosas, do género «Importa-se que eu lhe diga que você é muito bonita?» ou «Posso só dizer-lhe uma coisa? O seu namorado tem muita sorte!». Depois, há as deixas supostamente cool, do tipo «O meu nome é Max e eu toco sax» ou, mais formal, «Muito prazer, Luís Bobone, toco saxofone». Ultimamente, a julgar por recentes exemplos, é moda usar deixas crípticas, do género «Então sempre conseguiu resolver aquilo?» ou «Importa-se de me segurar a bebida enquanto eu olho para si? É que pode apetecer-me bater palmas» ou ainda (versão 1987) «Não se importa de ficar aqui comigo um bocadinho enquanto o meu guarda-costas não volta da casa de banho?».
Todo o amor é um engano. Trata-se é de nos enganarmos bem.

Miguel Esteves Cardoso, in 'Os Meus Problemas'

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Alphaville - Forever Young (Special Dance Version)

Porque gosto de regressar ao passado e porque nunca deixamos de ser novos...

Alphaville - Forever Young
Let's dance in style, let's dance for a while
Heaven can wait we're only watching the skies
Hoping for the best but expecting the worst
Are you going to drop the bomb or not?

Let us die young or let us live forever
We don't have the power but we never say never
Sitting in a sandpit, life is a short trip
The music's for the sad men

Can you imagine when this race is won
Turn our golden faces into the sun
Praising our leaders we're getting in tune
The music's played by the mad men

Forever young, I want to be forever young
Do you really want to live forever?
Forever, or never
Forever young, I want to be forever young
Do you really want to live forever?
Forever young

Some are like water, some are like the heat
Some are a melody and some are the beat
Sooner or later they all will be gone
Why don't they stay young

It's so hard to get old without a cause
I don't want to perish like a fading horse
Youth's like diamonds in the sun
And diamonds are forever

So many adventures couldn't happen today
So many songs we forgot to play
So many dreams swinging out of the blue
We let them come true

Forever young, I want to be forever young
Do you really want to live forever?
Forever, or never
Forever young, I want to be forever young
Do you really want to live forever?
Forever, or never

Forever young, I wanna be forever young
Do you really want to live forever?

E assim se segue em frente...

Primeiro projecto elaborado... esperemos que o primeiro de muitos.
Em frente...

sábado, 4 de fevereiro de 2012

Tiago Bettencourt & MANTHA - Eu Esperei


Tiago Bettencourt & MANTHA - Eu Esperei 
Eu esperei
mas o dia não se fez melhor
e o sujo não se quis limpar,
inventou mais flores em meu redor
como se eu não fosse olhar!
Enfeitou as ruas para cobrir
terra seca de não semear
deram-me água turva a beber
dizem cura e força e solução
como se eu não fosse olhar!

Eu esperei
mas o fumo não saiu da estrada
Arde o sonho em troca de nada
Dizem festa, mas é solidão
como se eu não fosse olhar!
A mentira não se fez verdade
e a justiça não se fez mulher
A revolta não se fez vontade
Braços novos sem educação
sangue velho chora de saudade!

Eu esperei
dizem luta mas não há destino
dão-me luzes mas não é caminho
dizem corre mas não é batalha
como quem não quer mudar!
Esta corda não nos sai das mãos
esta lama não nos  sai do chão
esta venda não deixa alcançar.
cantam “armas” mas não é amor
mão no peito mas não é amar
fato justo mas sem lealdade
cavaleiro mas já sem moral
braços sujos que se vão esconder
braços fracos não são de lutar
braços baixos não se querem ver
como se eu não fosse olhar!

Eu esperei
pelo tempo transparente em nós
pelo fruto puro de escolher
pela força feita de alegria
mas o povo dorme na ilusão!
e a tristeza é forma de sinal
Liberdade pode ser prisão...
Meu Deus, livra-nos do mal
e acorda Portugal...

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Pensamento do Dia...

"A esperança não será a prova de um sentido oculto da Existência., uma coisa que merece que se lute por ela?"
Ernesto Sábato

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

U2 - Red Hill Mining Town

Porque muitas vezes regresso ao passado...

U2 - Red Hill Mining Town
From father to son
The blood runs thin
Ooh, see the faces frozen (still)
Against the wind.

The seam is split
The coal-face cracked
The lines are long
There's no going back.

Through hands of steel
And heart of stone
Our labour day
Has come and gone.

They leave me holdin' on
In Red Hill Town.
See the lights go down on ...

Hangin' on
You're all that's left to hold on to.
I'm still waiting
I'm hangin' on
You're all that's left to hold on to.

The glass is cut
The bottle run dry.
Our love runs cold
In the caverns of the night.

We're wounded by fear
Injured in doubt.
I can lose myself
You I can't live without.

Yeah, you keep me holdin' on
In Red Hill Town.
See the lights go down on…

Hangin' on
You're all that's left to hold on to.
I'm still waiting
I'm hangin' on
You're all that's left to hold on to
On to.

We scorch the earth
Set fire to the sky
And we stooped so low
To reach so high.

A link is lost
The chain undone.
We wait all day
For night to come
And it comes like a hunter (child).

I'm hangin' on
You're all that's left to hold on to.
I'm still waiting
I'm hangin' on
You're all that's left to hold on to.

We see love, slowly stripped away
Our love has seen its better day.
Hangin' on
Lights go down on Red Hill
The lights go down on Red Hill.
The lights go down on Red Hill.
The lights go down on Red Hill Town.