sábado, 21 de setembro de 2013

Sou muito mau a adivinhar...

“Sei pouco sobre as mulheres e cada vez sei menos.
Nem sei – ou quando sei já é tarde demais – se gostam de mim e, quando isso acontece, não chego a saber o que isso possa querer dizer.
Há muitas maneiras de gostar, é verdade.
Quando se gosta de um casaco é ele o que trazemos mais vezes.
Com as mulheres é diferente.
O que importa, acho eu, não é nem o que elas dizem nem o que elas fazem mas o que elas não dizem e pensam fazer.
É preciso adivinhar e eu sou muito mau a adivinhar.”

Pedro Paixão in Viver Todos os Dias Cansa

18 comentários:

Alexandra disse...

Allô,

honestamente digo que os homens sabem o que nós pensamos ou, pelo menos, sabem quando não estamos bem. Porém, a resposta da nossa parte é sempre a mesma - "não tenho nada - não é nada".
Homens e mulheres apesar de diferentes são iguais, pretendem o mesmo de uma relação a dois. Quando a relação tem problemas, antes de se partir para a ruptura, deveriam ser postas em cima da mesa as vivências na infância e adolescência. Somos um produto daquilo que vivemos em crianças e da educação ou ausência dela em casa. Se todos parassem um pouco para pensar e colocassem as queixas de lado teriam relacionamentos saudáveis e sãos. Os homens não são maus a adivinhar, nós é que não falamos e bem burras somos por o fazer! ;)

Beijinhos!

Suricate disse...

Discordo. Uma mulher quando gosta, mesmo que o tivesse, perde o medo de falar. Mal vai o relacionamento onde uma mulher não diz o que pensa.
E se age sem falar...pior é o sinal.

Se há amor há vontade de entendimento, as palavras tornam-de veículo para o gesto.
O silêncio quando não desejado vira um ruído ensurdecedor na relação.

jinhosssss

bailarina disse...

Antes de me colocar a adivinhar... falas de um relacionamento ou daquele gostar de alguém que se nos apresenta ali?!
No que toca a sentimentos ainda por definir e quando não sei se do outro lado existe sequer alguma empatia, não mergulho de cabeça!
E concordo contigo, ninguém devia tentar adivinhar o que nos vai na cabeça... mas a vida não é feita de preto e branco, tem imensos tons de cinza. E para os homens a simplicidade é isso mesmo, sim e não!
Mas gosto disto, deste complementar, deste crescimento ao longo do tempo, do envolvimento, da vida. Até porque se formos capazes, também nós vamos mudando.
Uma coisa também é verdade, se os nossos olhos olharem a lua, nunca verão o sol...

Beijinhos e bom resto de fim de semana

Freyja Pt disse...

Não posso estar de acordo...
Há mulheres e mulheres assim como homens e homens...penso que os comentários anteriores dizem essencialmente tudo.

Beijo*

S* disse...

As mulheres são de um mistério muito difícil de desvendar.

Algures disse...

Alexandra,

Sim, acho que normalmente o homem sabe interpretar quando a mulher não está bem, mas isso não é saber o que ela sente em relação a algo ou alguém, ou mais concretamente, a nós próprios.
Tens razão quando dizes que apesar de diferentes, procuram as mesmas coisas (estamos a falar de relações ao mesmo "nível")...
Todos somos um reflexo do nosso crescimento (ai Pavlov...) e sem dúvida que o diálogo é meio caminho andado para uma relação mais salutar, mas nem sempre as coisas são tão simples... e sim, tentar adivinhar o que não se diz, às vezes dá mau resultado. Eu nem sempre consigo, se calhar, muito poucas vezes tenho sucesso...

Beijinhos*

Algures disse...

Suricate,

Falando em termos abstractos, nem sempre uma mulher que gosta, o diz. Seja porque entende que o homem deve tomar a iniciativa, seja para ter certezas no sentimento dele, seja pelo receio da rejeição, por orgulho, ou simplesmente pela falta de coragem. Às vezes, também pode ser pelo meio (trabalho por exemplo), ou por haver outras pessoas envolvidas e haver receio do que aí possa vir. Se o diz, já não entramos no contexto da frase, mas a meu ver, foge um pouco do "normal". Admito que possa estar errado, mas vejo assim...
Se há amor (no caso de já haver um relacionamento, porque não havendo julgo que entrará nas situações que referi acima...), concordo contigo, no sentido em que o gesto ou as palavras acabarão por surgir, a não ser que seja uma situação em que o orgulho crie obstáculos. E sim, o silêncio não desejado é ensurdecedor...

Beijinhosssssssss*

Algures disse...

Bailarina,

Podemos ver a frase por esses dois prismas e "discuti-la" dessas duas formas. Identifiquei-me com esta frase por algures onde apenas eu sei... saber que as coisas são muitas vezes assim.
Não estando num relacionamento, acabo necessariamente por estar enquadrado no gostar de alguém, na empatia que se possa sentir por alguém e no silêncio que dessa pessoa possa advir. O desconhecimento é das coisas mais receadas no ser humano (seja homem seja mulher) e, nem sempre o homem (falo por mim e julgo que é isso que o autor pretende dizer no texto)consegue interpretar os sinais e o silêncio da mulher. Requer muito que se arrisque, que se adivinhe, porque a vocês a esse nível (de uma forma geral!), são mais complicadas que o homem. É o cinzento... nem tudo é branco, nem tudo é preto.
Também gosto desse "jogo" e desse crescimento da relação, mas há sempre o risco do silêncio não se quebrar...
É bom ver a lua, é bom ver o sol, e se for no silêncio da companhia que desejamos, não é difícil adivinhar o que surgirá, isto quando eu tenho dificuldades em adivinhar. :-)

Beijinhos e bom resto de fim de semana!

PS:

Algures disse...

Freyja,

Eu acabo por concordar...e até me identificar. Já referi algumas razões... Põe-me à prova! ;-)

Beijo*

Algures disse...

S*,

Numa frase disseste muito... São sim, um mistério que dá gosto desvendar, mas que sem um pouco de ajuda, pode ficar por descobrir...

Beijinhos*

araparigasimples disse...

eu acho que devemos dizer tudo... isto de adivinhar, por vezes pode ser doloroso, para ambos os lados.

um beijinho

Algures disse...

Araparigasimples,

Sim, a arte da adivinha é muito arriscada e, pode ser muito dolorosa...

Um beijinho*

Freyja Pt disse...

Acredito Algures... as nossas vivências acabam por nos influênciar e muito, principalmente na maneira como pensamos.. e por aqui me fico neste meio...

;)

beijo*

Algures disse...

Freyja,

Aí, sou obrigado a dar-te toda a razão. A nossa vida influência a nossa maneira de pensar... Ficas-te?! Oh...

Beijo*

Freyja Pt disse...

Fiquei aqui...

Beijo*

Algures disse...

Freyja,

Está bem... :-)

Beijos*

Ann disse...

Pergunta à Maya... ela tem jeito ahaha

Algures disse...

Ann,

Prefiro perguntar-te a ti... o que tens a dizer sobre o assunto? Como mulher és assim?! Diz de tua justiça... :-)

Beijinho*