terça-feira, 17 de setembro de 2013

Período de carência...

Segundo um estudo, o cérebro precisa de um a cinco dias para se adaptar ao pós-férias. Como eu nem sempre sou muito rápido a assimilar as coisas (gosto de ponderar pós, contras, ou simplesmente gosto de usar os prazos que me são concedidos), quer-me parecer que ainda estou no período de carência para começar a trabalhar! Como tal, acabo de informar a minha chefe para os efeitos tidos por convenientes, ou seja, 6.ª feira lá para o final do dia devo estar apto para trabalhar...

10 comentários:

Lirio Selvagem disse...

Será que não existe um tratamento para isso?
Se existe o after sun, também podia haver um after fun, não?

Algures disse...

Lírio,

Diria que o melhor tratamento para o efeito, seria novo período de férias, até haver mostra de melhoria por parte do "paciente"...
After fun?! Isso dá toda a ideia que a fun acabou... Não gosto! :-)

Beijinho*

Alexandra disse...

Porque daí advém um período de descanso de pelo menos dois dias :)


beijinho*

Freyja Pt disse...

Por isso é que ando como ando...lá está...ainda não passaram 5 dias !

;)

Beijos**

Algures disse...

Freyja,

Padecemos do mesmo mal ahahahahah :-)
Precisamos de mais...

Beijos*

Algures disse...

Alexandra,

Dois dias?! Só?! Aqui precisa-se de pelo menos cinco dias... e olha que pertenço a uma nova doutrina que procura alargar este prazo... :-)

Beijinho*

OutraMaria disse...

por acaso nunca sofri deste mal... na minha vida nao posso ter periodo de carencia... ainda me chamam pieguas :) beijinhos

Algures disse...

OutraMaria,

Nos dias de hoje, é bom que ninguém tenha períodos de carência em virtude da crise que nos assola. Não há tempo para pieguices... :-)

Beijinhos*

bailarina disse...

A minha estratégia era voltar sempre 2 dias antes para me ir habituando...

Agora que já fez 1 ano que estou em casa, não sei o que diga... mas tenho plena consciência que a adaptação levar mais que esses 5 dias. No entanto, tal como disseste, não há tempo para pieguices...

Beijinhos

Algures disse...

Bailarina;

E era uma boa estratégia. Eu vou tentando fazer as coisas gradualmente, das intelectualmente menos exigentes para as mais complicadas.
Infelizmente estás nessa situação que ninguém deseja, mas darás a volta por cima, e verás que, esse período de 5 dias, será facilmente ultrapassado pela tua vontade. Assim como eu disse aquilo, digo que és humana e, sensível... It will be alright! Trust the tides, they know which way to flow... :-)

Beijinho*