quarta-feira, 9 de outubro de 2013

A interpretação de uma Lei absurda...

Uma manhã passada a "discutir" um regime jurídico absurdo, emanado pelo legislador, faz-me lembrar aquela frase “nunca discutas com um idiota, ele arrasta-te até ao nível dele, e depois vence-te em experiência”, no sentido em que, o legislador fez a porcaria e agora os aplicadores do Direito é que têm de interpretar aquela porcaria* (leia-se Lei) e arranjar soluções ardilosas ou milagrosas, para além de que, dá uma soneira desgraçada. Ide-vos lixar, e já agora, estudar um pouco. Ah, e já agora, de caminho, ganhem um pouco a noção da "vida real"...

*não digo outra coisa, porque já disse ontem e ainda vão dizer que ando a querer ganhar audiências pondo a bolinha no canto superior direito do ecrã...

6 comentários:

Suricate disse...

Ai às vezes é tanta a vontade de dizer palavrões...como te entendo!!!

Inspira, expira...outra vez...melhor?!

:) jinhooossssss

Algures disse...

Suricate,

A vontade mesmo era dormir... vá, os palavrões também ajudavam a desanuviar eheheheh :-)
Isto já foi ontem... imagina se tivesse sido logo após o "acontecimento"?! Ahahahahah!

Beijinhosssssssssssss e acalma-te também!

Ann disse...

Não dizes o quê? Merda? Está dito... não dizes tu, digo eu ;)
hihi
Beijinho :)

Freyja Pt disse...

É assim...eles fazem...e nós...olha...fiquemos por aqui!

Uma noite de descanso !

Beijo*

Algures disse...

Ann,

Era isso mesmo! Pronto, se tu o dizes, já não preciso de dizer merda, ainda assim é chato!
Onde já se viu... :-)

Beijinho*

Algures disse...

Freyja,

E nós executamos! É mau, mas é precisamente isso que se passa...
Noite descansada também para ti. :-)

Beijo*