terça-feira, 15 de outubro de 2013

Deixem-me crer...

Sim, sei bem
Que nunca serei alguém.
Sei de sobra
Que nunca terei uma obra.
Sei, enfim,
Que nunca saberei de mim.
Sim, mas agora,
Enquanto dura esta hora,
Este luar, estes ramos,...
Esta paz em que estamos,
Deixem-me crer
O que nunca poderei ser.


Fernando Pessoa


20 comentários:

Moonlight disse...

Bom dia,

Creio que és uma bela pessoa ... nesta hora ... E que continues por muitas mais.

Tem um bom dia:)

Beijinho*

Algures disse...

Bom dia Moonlight,

Obrigado :-)
Sou uma pessoa igual a tantas outras, com as suas qualidades, com os seus defeitos. É bom saber que transmito algumas dessas qualidades... sweet of you!

Um dia feliz para ti!

Beijinho*

Moonlight disse...

Todos somos diferentes e todos temos defeitos, mas só temos a "capacidade" de chegar a algumas pessoas e por aqui, só por aqui porque posso, gosto de o dizer .... Só isso, não tens de agradecer tens de ser tu, só isso, é o bastante para conseguires chegar a algumas pessoas .... a mim chegaste por esta hora :D

Tem um feliz dia que agora tenho de meter a cabeça no trabalho ...

Beijinhos*

Algures disse...

Moonlight,

Ainda bem então que tive a capacidade (involuntária) de me veres dessa forma. Tento ser eu, mas isso é sempre tudo muito relativo. De qualquer forma, obrigado. :-)

Um resto de dia feliz e bom trabalho!

Beijinhos*

Moonlight disse...

Se não fosse voluntária não tinha sido natural, e por isso, só por isso poderia não ter tido o mesmo "peso" ....
Quanto ao ser relativo, bem neste "mundo" tudo é muito relativo ... se no contacto "real" é quanto mais por aqui, onde podes ser o que quiseres transparecer .... mas, gosto da maneira como estás aqui neste mundo da tua e de mais algumas pessoas que vou "conhecendo" por aqui.
No meu "relativo" daqui digo as coisas enquanto na realidade e em particular, no teu caso se fosse frente a frente, não te diria nada, podia pensar, mas seria incapaz de ir ter contigo e dizer, por isso sim é muito relativo.

Beijo*

Algures disse...

Moonlight,

Sim, natural foi...
É bom saber que me vês dessa forma e só tenho a agradecer a tua simpatia e honestidade! :-)
O silêncio é algo tão fácil de ser mal interpretado, mas acredito que transparecesses alguma coisa, mais não seja, a simpatia que aqui revelas!

Beijo*

Moonlight disse...

Não tens que agradecer, tal como tu, simplesmente dou o que sou.
Quanto à honestidade, detesto quando às vezes a vida me põe em situações em que não o posso ser. Aqui não faria qualquer sentido não o ser ....

O silêncio, digo porque o senti muitas vezes na pele, raramente é bem interpretado.

Quanto à simpatia, só posso sorrir e dizer, também o és :)

Uma noite feliz ...

Beijinhos*

Algures disse...

Moonlight,

Tenho pois.
Essas situações que falas são muito ingratas e fazem-nos ir contra a nossa forma de ser. Entendo-te.
O silêncio tem tanto de bom, como de mau...
Obrigado uma vez mais. Fico com o ego cheio! :-)

Uma noite feliz também para ti!

Beijinhos*

Moonlight disse...

Algures,

.... e sabe tão bem, de vez em quando, sentir que de alguma forma acarinham o nosso ego.
As vezes, mas só as vezes precisamos tanto disso, para continuar ....

Tem um bom dia,

Beijinhos*

Algures disse...

Moonlight,

Sem dúvida que sim... eu então, como Leão que sou, gosto tanto! E, verdade seja dita, o ser humano às vezes já fica feliz com tão pouco... :-)

Um bom dia também para ti!

Beijinhos*

Moonlight disse...

É muito verdade às vezes ficamos felizes com tão pouco ... mas sabes, esse tão pouco às vezes tem tanto, tanto valor.

Leão então ... signo de Fogo como eu ... mas tu és rei :)

Beijinhos*

Algures disse...

Moonlight,

Infelizmente acho que isso acontece com quem pouco tem nesse momento, daí ser dado esse valor.

Signo de fogo sim, mas rei só em casa eheheheh :-)

Beijinhos*

Moonlight disse...

É verdade, existem muitas coisas que me passavam ao lado, sem que desse a importância devida, hoje em dia, dou uma importância diferente a essas mesmas coisas.

Dizem que ....

"só damos valor para as coisas depois que perdemos"

Embora ache que também se pode dar tendo, efectivamente quando não se tem, consegue-se ter uma percepção diferente do que se "perdeu", seja ele um valor bom ou mau.

Beijinhos*

bailarina disse...

Algures,

Nao apenas nesta hora, mas sempre que te apetecer, serás o que quiseres! Crê nisso, eu creio em ti!!!

Beijinhos

Algures disse...

Moonlight,

Contra mim falo...
As nossas vivências fazem-nos dar mais valor a certas coisas e relevar outras.
Essa frase tem muita razão de ser, mas é verdade que também podemos dar valor ao que temos... Totalmente de acordo!

Beijinhos* :-)

Algures disse...

Bailarina,

Obrigado pela confiança na minha pessoa, ainda que eu próprio, nem sempre a tenho!
Temos de crer, sempre... :-)

Beijinhos*

bailarina disse...

Algures,

Tenho confiança em ti pois, quando desse lado faltar, diz alguma coisa. Aqui estarei!!! Eu também tenho dessas coisas. Acho normal que por vezes nos falte.

Um abraçinho apertado

Algures disse...

Bailarina,

Às vezes respiro confiança por tudo quanto é lado, mas há outras em que num instante, a perco totalmente. Obrigado por essa disponibilidade e crer. retribuo-te exactamente da mesma forma, sempre que for preciso.

Abracinho apertado! :-)

bailarina disse...

Algures,

É uma boa descrição da minha pessoa... a forma como contorno o assunto é arranjar quem precise de mim! O voluntariado, dá-me isso!

Ao se ter pessoas que nos querem bem, como que não são possíveis tantas contemplações para as montanhas que nos deparam, mas mais ações para as ultrapassar.

E como diz uma amiga minha, venham de lá esses ossos, com toda essa vida agarrada!

Algures disse...

Bailarina,

Assim sou eu, assim és tu.
Acredito que o voluntariado preencha algumas lacunas que possamos ter e compreendo o que queres dizer.

Eheheheh... sai um abracinho forte!