sexta-feira, 28 de junho de 2013

Braço de ferro

Não quero mais um braço de ferro, quero um abraço. Daqueles especiais...
Pode ser?! Será pedir assim tanto?!

9 comentários:

Brigitte disse...

Existe pessoas que resistem a entender isso. Nunca percebi bem porquê...

Sibilla A. disse...

Às vezes, mesmo sabendo que tens razão, há que deixar o ego e a razão de lado e ser o heroi... porque não tentas ?:)
É dificil, muiiiiiiito difícil;mas normalmente compensa ;)

Algures disse...

Brigitte,

Acho que os "porquês" é algo que tentamos entender todos os dias, no meu caso com um (in)sucesso limitado. A vida é complicada e os abraços (sentidos) então...
Enfim... se calhar sou eu que não entendo!

Bom fim de semana! :-)

Algures disse...

Sibilla,

Não pretendo ser o dono da razão e nem sei se a tenho, mas às vezes o braço de ferro não parte de ti...

Bom fim de semana! :-)

Sibilla A. disse...

Justamente :)...

Suricate disse...

Compreendo, faz muita falta O Abraço.

Deixo-te um.
e um jinho

Suricate disse...

Faz muita falta O Abraço, deixo-te um então, posso?

Algures disse...

Sibilla,

Ainda bem que me compreendes! :-)

Algures disse...

Suricate,

Que simpático da tua parte. Obrigado... Faz mesmo muita falta e se for desejado, ainda mais.
Claro que podes, sempre que quiseres e também, sempre que precisares, conta com um (ou mais!)!

Um abraço e um beijinho! Obrigado :-)