quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

O meu melhor e maior professor da minha vida...

Estou a beber uma ginjinha e isto nada de teria de extraordinário não fosse o facto de ela ter sido feita pelo meu Pai. Há 3 anos que não lhe tocava e uma saudade forte fez-me "avançar". Apesar do muito que aprendi com o meu Pai, esta foi (mais) uma coisa que ficou por aprender. Sim, não é algo de importante quando visto à "distância", mas quando vem de alguém que nos diz muito, vejo que tanto ficou por aprender (e dizer...), mesmo sabendo que o meu Pai foi o meu melhor e maior professor da minha vida, e será assim até voltar à sua companhia, Algures onde apenas eu sei... e ele sabe, pois está (e estará) sempre comigo...

4 comentários:

Sophie disse...

Doce nostalgia a tua. :)

bj

Algures disse...

O meu Pai de facto tinha jeito para muitas coisas, esta é apenas mais uma... Doce e forte, tal como os meus sentimentos, se bem que por vezes impregnados com uma fraqueza amarga de desejo...

Beijinho Sophie

Lya Lukka disse...

Um Pai é muito importante em nossa vida. É a base, a força e o modelo. Muitas vezes pessoas tem seu caráter deturpado, ou "doente" por não ter essa imagem educadora e amorosa de pai. Por isso procuro ser uma mãe amorosa e zelosa. Quero que meu filho como você guarde boas recordações de mim. Grande abraço e boa quinta-feira para ti.

Algures disse...

Nós somos um esboço feito pelos nossos pais, que se vai transformando num desenho mais completo à medida que vamos crescendo e aprendendo com eles... É a "base, a força e o modelo" tal como dizes.
Se fores uma boa mãe, não tenho dúvidas que guardará...
Um abraço e bom resto de semana!