terça-feira, 5 de novembro de 2013

Não se domina...

"(...) o amor é um sentimento independente, que a prudência pode fazer evitar mas não pode dominar; e que, uma vez nascido, só morre de morte natural ou de falta absoluta de esperança."

Autor Anónimo

14 comentários:

shakti disse...

É bem verdade...
Amamos e sabemos que o sentimos...e isso por vezes basta!

Beijo*

nos"entas!!!! ( e feliz) disse...

não se domina....???
Pois, talvez não, mas evita-se!
ehehhe
beijinhos

LÍRIO SELVAGEM disse...

Não acho que só morra de morte natural...
Muitas vezes é assassinado!

Bom dia, beijos

Suricate disse...

Independente é...mas pode morrer de muitas maneiras...

jinhoooossss

nobody listening disse...

espectacular e sinto-o como cada vez mais verdadeiro ...

Moonlight disse...

Completamente indominável .... mas tão maravilhoso :)

Beijinhos*

Algures disse...

Shakti,

Ó se basta! É tão bom quando nos sentimos assim!

Beijos*

Algures disse...

Nos"entas!!!! (e feliz),

O que a frase tenta transmitir é que a prudência pode fazer evitar, mas não consegue dominar, uma vez que é demasiado forte.

Beijinhos*

Algures disse...

Lírio,

O assassinado, a meu ver, entra no outro campo da "absoluta falta de esperança".

Beijos e bom dia!

Algures disse...

Nobody Listening,

Sempre foi assim e acho que sempre será!

Beijinhos*

Algures disse...

Suricate,

Há outras "causas de morte" diagnosticadas, mas em abstracto, podem englobar-se nestas duas.

Beijinhossssssss*

Algures disse...

Moonlight,

Perfeitamente de acordo!

Beijinhos*

Rute Tavares disse...

No meu caso, foi assassinado brutalmente.

Patrícia Figueira disse...

....Ou de tédio ;)